Com o nome ventilado para a disputa eleitoral de 2018, a secretária estadual do Trabalho, Habitação e Assistência Social (Sethas) e primeira-dama do estado, Julianne Faria (PSD), rechaçou nesta terça-feira, 8, a possibilidade de se candidatar no pleito do ano que vem. Em entrevista exclusiva ao Portal Agora RN/Agora Jornal, Julianne agradeceu às citações recentes ao seu nome, mas afirmou que ainda se considera “verde” para a política e que, no ano que vem, vai se deter à tentativa de reeleição do atual governador, Robinson Faria (PSD).

“Com certeza defendo [a reeleição]. Eu acredito no trabalho que estamos fazendo. E acho que temos que concluir o que começamos. Este é um governo sério. Se me mencionam e me colocam nesse status – uma pessoa que entrou na gestão pública há pouco tempo –, é porque estão aprovando meu trabalho. Eu, todavia, sou ‘verde’ para a política. A pessoa que é experiente, que conhece cada pedaço do estado com a palma da mão, e que ama o que faz, é o governador. Eu agradeço esse reconhecimento, mas não sou candidata. O candidato é o governador, e eu trabalho na reeleição dele. Creio na reeleição e vou lutar por isso”, afirmou a secretária.

Ao fazer uma rápida avaliação da gestão estadual, Julianne aproveitou par repudiar a informação divulgada há alguns meses de que Robinson Faria estaria pretendendo privatizar a Companhia de Água e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern). A titular do Sethas não apenas afastou a possibilidade, como também destacou que, na verdade, o governador tem trabalhado para transformar o patrimônio a favor da economia norte-rio-grandense.